Social Icons

Pages

domingo, 13 de dezembro de 2009

Especial:A serviço da comunidade

Do consagrado 'Lar doce lar', de Luciano Huck, à novidade ´Operação S2´, do Multishow, todos querem resolver os problemas alheios na televisão

DO CALOR QUE BEIRA OS 40 GRAUS NÃO É PROBLEMA PARA OS MORADORES DA COMUNIDADE SANTA MARTA, NA ZONA SUL DO RIO, NAQUELA MANHÃ DE SEGUNDA-FEIRA. ASSIM COMO SEUS VIZINHOS, A MANICURE RAIMUNDA DO CARMO, DE 31 ANOS, TAMBÉM ESTÁ CURIOSA PARA VER SUA NOVA CASA - UMA DAS JÁ QUASE 40 RESIDÊNCIAS REFORMADAS PELO QUADRO "LAR DOCE LAR", DO "CALDEIRÃO DO HUCK". O CASO DA MANICURE CARIOCA É MAIS UM EXEMPLO DE UMA TENDÊNCIA NA TV BRASILEIRA: PROGRAMAS E QUADROS QUE INVESTEM NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO AO PÚBLICO. E ESSE CONCEITO É MAIS ABRANGENTE DO QUE PARECE. QUER VOLTAR PARA SUA CIDADE NATAL, REFORMULAR O GUARDA-ROUPA, DAR UMA REPAGINADA NO VISUAL, SE RECONCILIAR COM O EX-NAMORADO, CONQUISTAR UM AMOR? FALE COM ELES.

ALÉM DO "LAR DOCE LAR", QUE REFORMA A CASA DOS ESCOLHIDOS, O "CALDEIRÃO" AINDA TEM O "LATA VELHA" (NO QUAL CARROS USADOS SÃO TRANSFORMADOS EM NOVOS), O "OLHA A MINHA BANDA" (PARA DESCOBRIR TALENTOS), E, CLARO, O "AGORA OU NUNCA", QUE PREMIA PARTICIPANTES QUE CUMPREM TAREFAS NO PALCO.

"O QUE MAIS GOSTO NA VIDA É OUVIR AS HISTÓRIAS DAS PESSOAS, E EXISTEM MIL MANEIRAS DE SE CONTAR A MESMA HISTÓRIA. LEVEI ALGUNS ANOS PARA ENTENDER MINHA MISSÃO NA TV", AFIRMA HUCK, CONTANDO QUE O "CALDEIRÃO" TEM DEZ ESTAGIÁRIOS APENAS PARA LER CARTAS.

SENTADO NA SALA DE RAIMUNDA, QUE FOI "DESCOBERTA" POR HUCK EM OUTRO QUADRO, O "VOU DE TÁXI", O APRESENTADOR SE DEFENDE DE UM RÓTULO COMUM DADO AOS QUADROS E PROGRAMAS COM ESSE ESTILO.

"O ´CALDEIRÃO´ NÃO TEM UMA PEGADA SENSACIONALISTA. NUNCA EXPLORAMOS AS HISTÓRIAS ALÉM DO LIMITE DO BOM SENSO E DO BOM GOSTO. TANTO FAZ O QUADRO SER COM CARRO, COM CASA, COM BANDA, PORQUE O QUE ME INTERESSA SÃO AS PESSOAS. E, VENDO ESSAS HISTÓRIAS, VOCÊ DÁ VALOR A PESSOAS QUE REALMENTE FAZEM A DIFERENÇA. OS PROBLEMAS SE TORNAM RIDICULAMENTE PEQUENOS", ACREDITA LUCIANO.

Namoro e festa

Se segurar a emoção é difícil para quem assiste, imagine para quem faz parte da ação. No "O melhor do Brasil", exibido nas tardes de sábado na Record, Rodrigo Faro comanda os quadros "Te quero de volta", "Sua festa é nossa"(o programa patrocina o evento dos sonhos do participante) e "Vai dar namoro" e diz se emocionar na frente das câmeras.

"Já recebemos mais de cinco mil inscrições para o "Sua festa é nossa", conta Faro. - "Outro dia teve uma história no ´Te quero de volta´ em que o cara tinha uma filhinha de um ano e meio, foi lá pedir para voltar com a mulher, e ela não apareceu no palco. Eu me acabei de chorar. Não consigo manter um distanciamento dessas histórias", afirma.
Inspiração

Já no site do "Programa do Gugu", da mesma emissora, é possível se inscrever no "De volta pro meu aconchego" (para quem quer voltar à cidade natal), no "Sonhar mais um sonho" (que reforma casas) e no "Devo uma nota" (que quita dívidas), entre outros. No também dominical "Tudo é possível", com Ana Hickmann, o "A verdadeira idade" muda o visual alheio. Diretor geral do programa, Carlos Cesar Filho não nega a influência da TV americana.

A inspiração sempre vem dos formatos de fora. O ´A verdadeira idade´ foi inspirado em um quadro do programa da Oprah (Winfrey, apresentadora de TV americana). São quadros sempre de grande interesse do público. Recebemos mais de duas mil inscrições por mês", conta Cesar.

Identificação

À frente do "Programa do Gugu", o diretor Homero Salles percebe a vontade do público de se ver na TV. Na equipe do dominical, a média é de cinco mil cartas por semana.

"A impressão que tenho é que existe uma identificação de objetivos e anseios. Os programas que prestam solidariedade têm boa aceitação", avalia Homero, que renega o rótulo de assistencialista para a atração. "Enquanto o apresentador faz a entrevista, você abre a geladeira e vê que tem apenas uma garrafa de água. Em todas as gravações saímos arrasados. Por que não ajudar? Se nós fizéssemos programas dando mais dinheiro para ´ricos´, seríamos criticados por não mostrar a realidade. Sou imune a críticas", defende-se.

No SBT, o "Esquadrão da moda", com Isabella Fiorentino e Arlindo Grund, tem feito sucesso. O "Domingo legal", com Celso Portiolli, tem quadros como o "De volta para minha terra" e "Devo, não nego". Cris Poli é a "Supernanny" brasileira, enquanto Eliana tem em seu programa o "Beleza renovada", de transformação no visual, com médicos e tudo.

"A ideia é ajudar e, principalmente, motivar o participante na disputa pelo prêmio que resolva sua necessidade, sem fazer sensacionalismo com quem já está no sufoco", explica Eliana.

Transformação também é um dos focos do "Tamanho único", do GNT, que vai ao ar às sextas, 21h30, com Patrícia Koslinski, Chris Nicklas e Chiara Gadaleta. O quadro em que Chiara recebe duas convidadas em seu ateliê acabou tornando o blog do programa o mais acessado no site do canal. Na TV, Chiara, que é estilista, monta dois looks. Depois, desafia as "orientandas" a fazer o mesmo.

Serviço este que, para os quatro conselheiros de "Operação S2" é extensivo à vida virtual dos participantes. Com perfis diferentes, Manu Penque, Nicole Franzoi, Rafael Hansen e Fritz Paixão aconselham solteiros e solteiras que querem se dar bem na "night". Além de passarem por uma transformação, os encalhados de têm suas gavetas (e perfis no Orkut e Twitter) vasculhados pelo quarteto, que os monitora na balada. O programa é exibido às quintas, às 20h30, pelo Multishow. "Aparência é fácil de mudar, difícil é mudar a atitude. E mando a real para elas, sempre. Por exemplo, por que mulheres têm calcinhas beges? Elas são horríveis!", brinca Fritz.

fonte:Diário do Nordeste

Um comentário:

Fritz disse...

Realmente esse programa está imperdivel! Toda quinta às 21:30h tem "operação S2" no Multishow...
Só falta virar um quadro do Caldeirão do Huck. hahahahahaha..

 

Sample text

Sample Text

Contador de visitas
OnLine

Sample Text

Luciano Huck é de São Paulo(3 de setembro de 1971). Trabalhou na 89 FM, antiga rádio rock de SP e de lá foi para a Jovem Pan, onde sua carreira deslanchou com o programa "Mingau" e depois com o "Torpedo da Pan",Começou sua carreira televisiva naTV Gazeta de São Paulo com o programa Circulando, que durava dez minutos e era apresentado no final da noite. Ganhou fama nacional apresentando o Programa H , um programa de variedades voltado ao público juvenil na Rede Bandeirantes de Televisão.Atualmente, apresenta o Caldeirão do Huck na Rede Globo,nas tardes de sábado.