Social Icons

Pages

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Bruno Astuto revela os bastidores da superfesta do incrível Huck!

Lista vipérrima na festa de aniversário de Luciano Huck na boate Provocateur, em Nova York: O aniversariante com a mulher, Angélica, e os anfitriões Donata Meirelles e Nizan Guanaes(6); Dinho Diniz entre Vivi Mascaro e Ana Maria Braga (1); Carmen d’Alessio (2); Debbie Alpert e Patrícia Brandão (3); Tiago Leifert e Amanda Foschini (4); Fernanda Barbosa (5); Betinho Pacheco (7); Zilu e Zezé Di Camargo (8); Mario Bernardo e Schynaider Garnero (9); e a belíssima Juliana Silveira (10) | Fotos: Bruno Astuto

“Os brasileiros sabem como fazer uma festa”, disse, espantado, o editor de fotografia do jornal americano ‘The NY Post’, diante da badalação de aniversário de Luciano Huck, domingo, na boate Provocateur, em Nova York. O agito foi comandado por Donata Meirelles e Nizan Guanaes, que viraram os anfitriões oficiais da cidade desde que decidiram se dividir entre lá e São Paulo. Uma curiosidade: em tempos idos, Huck estagiou numa das agências de Nizan, e hoje virou o que virou.

Virou o quê? Bem, o maior comunicador do Brasil, claro, uma espécie de ponte entre a TV do século 20 e a banda larga do século 21, o homem mais seguido no Twitter brasileiro e um dos 10 mais no Twitter mundial. Dia desses, ouvi de um bamba do entretenimento no Brasil que Luciano é o Boni da nova era, que ele transformou responsabilidade social em desejo de consumo pop e que cabe a ele fazer a transição entre os modelos de mídia para o público jovem, o que não é pouco.

Ao apresentar o aniversariante e sua mulher a um amigo americano, Nizan disse: “Imagine duas megacelebridades que se casam e são felizes”. Quando o amigo perguntou a Angélica há quanto tempo eles estavam juntos, a loura respondeu que “só” há sete anos. Surpreso, ele argumentou que não é “só”, que os casais de hoje não duram, etc. e tal. “Mas a gente tem a vida toda pela frente”, explicou Angélica. Sim, o amor existe e é lindo, meninas...

A Provocateur é assim: os convidados entram num lounge — sem teto — com a decoração mais surrealista do pedaço; gravuras com pássaros e unicórnios, tapetes antiguinhos nas paredes, árvores enormes, gaiolas vazias e afins.

A pista de dança, a uma determinada hora, ganha postes de pole dance e uma jaula para performances, digamos, mais provocadoras. Ninguém entrou na jaula, mas, quando David Brazil e Nivea Stelmann subiram no pole dance, não houve quem resistisse.

O povo foi à loucura quando o DJ Marlboro mandou ver com meia hora de funk carioca. A produção da casa se empolgou e disparou um jato de dois minutos de gelo seco, tempo suficiente para ninguém enxergar mais nada e salve-se quem puder.

Luciano atraiu várias tribos para o clubinho: do mundo artístico, viam-se Zezé Di Camargo e Luciano com suas Zilu e Flávia, quietíssimos, e Fernanda Paes Leme; do society paulistano, Rico Mansur, Erika dos Mares Guia, Marcos e Bete Arbaitman, Johanna e Alexandre Birman e Duda e Lica Melzer; das passarelas, Izabel Goulart, Alessandra Ambrósio e Fernanda Motta;

E tem mais: do Rio, Patricia Brandão, Paula Bezerra de Mello e Theo Chermont de Britto, Marina Morena, o banqueiro Luiz Octávio Índio da Costa e Manoela Pacheco; fora os muitos americanos, e por aí vai. Quando não houve mais lugar na pista, a trepidante Carmen d’Alessio pulou para o sofá, que delícia.

Ao lado do amigo Dinho Diniz, Ana Maria Braga era uma das mais empolgadas e ficou cho-ca-da com as garrafas de champagne Nabucodonosor de 15 litros pedidas nos camarotes. Ela dançou muito, feliz e solteira.

E não é que lá pelas tantas um homem que se apresentava como prefeito de uma cidadezinha do interior de Minas Gerais perguntou a Ana qual seu nome, vê se pode. “Pode me chamar só de Maria”, respondeu ela. Positivamente, Ana não existe.

Digo, sem medo, que foi a festa de abertura da semana de moda nova-iorquina, tamanha a profusão de beldades e jogação absoluta: imagine a animação do ‘Caldeirão’, misture a uma dose generosa de glamour e reúna convidados sem um pingo de preocupação com o amanhã, misturando inglês e português — parecia a ONU.
DRESS CODE
Foi uma noite de curtos: a primeira-dama, Angélica, usou um prata de um ombro só da Daslu e sandálias Saint Laurent, já Donata causou num modelo cheio de franjas de chamois. Fechação também foi o modelito Balenciaga branco de Juliana Silveira.

E como tudo foi superlativo, Huck teve direito a cinco bolos de aniversário com 39 velinhas. No dia seguinte, estava inteirinho com as crianças, ao meio-dia, almoçando no restaurante Cipriani. A família segue hoje para curta temporada de descanso no Caribe, porque é dura a vida da bailarina. Beijo, me liga, até amanhã.


fonte:O Dia

2 comentários:

Blogger disse...

Are you paying over $5 / pack of cigs? I buy all my cigarettes from Duty Free Depot and this saves me over 60%.

Blogger disse...

I've just installed iStripper, and now I enjoy having the sexiest virtual strippers on my taskbar.

 

Sample text

Sample Text

Contador de visitas
OnLine

Sample Text

Luciano Huck é de São Paulo(3 de setembro de 1971). Trabalhou na 89 FM, antiga rádio rock de SP e de lá foi para a Jovem Pan, onde sua carreira deslanchou com o programa "Mingau" e depois com o "Torpedo da Pan",Começou sua carreira televisiva naTV Gazeta de São Paulo com o programa Circulando, que durava dez minutos e era apresentado no final da noite. Ganhou fama nacional apresentando o Programa H , um programa de variedades voltado ao público juvenil na Rede Bandeirantes de Televisão.Atualmente, apresenta o Caldeirão do Huck na Rede Globo,nas tardes de sábado.